3 Jogos para Calibrar a Memória Visual dos Pequenos

Tempo de leitura: 3 minutos

A memória de curto prazo, também conhecida como memória de trabalho, é responsável por reter informações por um período curto de tempo, para que possam ser acessadas rapidamente, dando-nos suporte em nossas tarefas cotidianas.

Para as crianças, a memória de curto prazo tem um papel fundamental no processo de aprendizagem. Por isso, é importante proporcionar a elas atividades que exercitem essa memória. Já demos várias sugestões de como trabalhar a memória auditiva. Mas hoje apresentamos atividades para trabalhar a memória visual de curto prazo com crianças de 2 anos e meio a 6 anos.

Jogo da memória tradicional

Use um jogo da memória básico de cartões com pares de figuras semelhantes ou crie as suas próprias cartas. Se decidir confeccionar o seu jogo, vocês podem usar pares de fotos 3×4 da família ou cartões com números e letras – se a criança tiver entre 3 e 5 anos, esta é uma ótima opção para trabalhar a discriminação visual e o reconhecimento de letras e números.

O modo de jogar é muito simples. Use um conjunto de 5 a 10 pares de cartas para crianças a partir dos 2 anos e meio de idade (aumente o grau de dificuldade conforme a idade da criança). Coloque os cartões sobre a mesa com as imagens viradas para baixo. Cada jogador deve pegar duas cartas. O objetivo é formar pares de imagens semelhantes. Caso isso não aconteça, o jogador deverá devolver as cartas à mesa e ceder a vez ao jogador seguinte. Ganha quem formar o maior número de pares.

De modo divertido, as crianças trabalharão a memória visual de curto prazo e treinarão a concentração, pois precisam ficar atentas para memorizar a localização das cartas.

Um jogo da memória diferente

Crie seu próprio jogo de cartas. Desenhe pelo menos 5 imagens, recorte-as ao meio. Neste jogo da memória, seu filho formará pares juntando duas metades para formar uma figura. Separe as peças, vire-as com o desenho para baixo e embaralhe-as. Depois disso, seu filho terá de encontrar os pares de peças que se encaixam, seguindo as mesmas regras do jogo da memória tradicional.

O que está faltando?

Pegue alguns objetos de uso cotidiano ou utilize os brinquedos de seu filho para esta atividade. Coloque, por exemplo, sobre a mesa: uma caneca de plástico, uma colher e um pote. Aponte para cada objeto e diga o nome de cada um. Faça essa nomeação 2 vezes, depois peça à criança para fazer o mesmo. Coloque uma toalha sobre eles. Então, diga a ela para fechar os olhos para que você retire um dos objetos. Peça para ela abrir os olhos. Retire a toalha. A criança terá de descobrir qual objeto está faltando. O ideal é começar com três ou quatro objetos. Quanto maior a quantidade, maior o desafio. Esse jogo também pode ser feito utilizando formas geométricas, blocos de montar de cores e tamanhos diferentes, etc.

Para crianças que já sabem escrever, você pode colocar alguns objetos sobre a mesa e deixar que elas os memorizem por cerca de um minuto. Então, cubra os objetos. Elas devem escrever o nome do maior número de peças que lembrarem. Comece trabalhando a memorização independente da seqüência. Depois, para dificultar a atividade, peça para memorizarem os objetos na ordem em que foram apresentados.


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

1 comentário


  1. Sensacional! Muito obrigado por compartilhar conosco tantas informações boas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *