A Lição do Silêncio

Tempo de leitura: 5 minutos

Não são poucos os e-mails enviados para o blog solicitando minha opinião a respeito do Método Montessori. Em vez de emitir um parecer sobre essa metodologia, resolvi compartilhar com você apenas uma lição muito eficaz, que aprendi recentemente com a doutora Montessori, por meio de algumas obras de H. Lubienska de Lenval.

Trata-se de um exercício extraordinário, que tem me surpreendido a cada dia.

Digo isso porque, há mais de um ano, comecei a empregá-lo na escola de minha mãe. E adivinhe? Estou colhendo excelentes resultados!

No livro A Educação do Homem Consciente, Lubienska destaca:

(…) A lição do silêncio tem uma importância capital, uma vez que o progresso da criança se mede pelo progresso do silêncio. Enquanto forem indisciplinadas, agitadas, dissipadas, não poderão assimilar grande coisa. Desde que se estabeleça a calma interior pelo esforço da vontade, tudo se ordena como os cristais num líquido saturado. (LENVAL, Helena Lubienska de. A Educação do Homem Consciente, p. 81)

É notória a relação entre silêncio e o crescimento intelectual das crianças. Concentradas, o rendimento delas aumenta, uma vez que a inteligência encontra um caminho mais seguro para o conhecimento.

Mas os benefícios da lição do silêncio não param por aí.

De início, é importante entender que a lição do silêncio não tem como finalidade fechar a boca das crianças. Pelo contrário, ela

exige uma verdadeira tensão da vontade, que se vê obrigada a vigiar os pés, as mãos, o pescoço, a boca, os olhos, e até a respiração, para não mexer sequer um cabelo (LENVAL, Helena Lubienska de. A Educação do Homem Consciente, p. 82-83).

Com o passar do tempo, você também perceberá mudanças na forma de andar, nos gestos, na expressão facial e no controle de voz das crianças. No lugar da costumeira agitação, o corpo e a voz delas expressarão aquela serenidade que todos desejam perceber.

Você pode estar pensando: “Será que tudo isso é realmente possível?” É possível, sim!

Porém, tudo dependerá de sua persistência.

Praticando essa lição, confirmei mais uma vez a tese de que “só podemos transmitir para as crianças aquilo que realmente possuímos”.

Logo, você só poderá praticar a lição do silêncio de forma eficaz se você mesmo – com todo o seu corpo, e não apenas com sua boca – fizer silêncio. Caso contrário, os resultados serão desastrosos.

Isso significa que a lição do silêncio não tem nenhuma relação com a utilização de artifícios linguísticos, os quais, nesse contexto, exercem pouca influência sobre as crianças. Dito de outro modo: não aborreça os pequeninos insistindo em discursos aprimorados, com frases longas e sofisticadas. De uma vez por todas, pare de pedir silêncio para aqueles que nunca fizeram ou viram alguém fazendo silêncio!

Chega de conversa.

Passo a passo

Passemos agora para os principais pontos da lição do silêncio:

1. Sendo o ambiente um dos elementos fundamentais do exercício, escolha um cômodo de sua casa que esteja bem organizado, com poucos móveis e o mínimo de estímulos visuais;

2. Feche a porta e as cortinas, de modo que tal ambiente permaneça na penumbra;

3. Reúna as crianças no cômodo escolhido, pedindo para todas se sentem no chão, ao seu redor;

4. Com o seu próprio corpo, dê para as crianças o exemplo, ficando quieto e imobilizado. Utilizando poucas palavras, diga, em voz baixa, que você pedirá para as suas mãos e para os seus pés ficarem tranquilos. Depois, peça para a sua boca ficar fechada e para o seu nariz respirar de forma lenta e profunda. Comando a comando, demonstre como os membros de seu corpo lhe obedecem de forma dócil e tranquila;

5. Neste momento, você estará totalmente imobilizado, com as pernas cruzadas, os cotovelos apoiados sobre os joelhos, a cabeça sustentada entre as mãos, os olhos fechados e voltados para o chão;

6. Por fim, imitando você, todas as crianças ficarão em silêncio.

Aprofundando a Lição do Silêncio

Nos primeiros dias, mantenha-se em silêncio por poucos minutos. Depois de algumas semanas, analisando o quanto as crianças suportam, aumente o tempo de duração do exercício.

O objetivo desse treinamento não é o de deixar as crianças sonolentas, e sim o de levá-las a um recolhimento consciente e vigilante.

Sendo assim, no transcorrer dos dias, levante-se lentamente no meio do exercício, posicionando-se atrás delas. E, com uma voz áfona, chame uma criança de cada vez.

Demonstrando atenção, elas virão vagarosamente ao seu encontro, andando com as pontas dos pés. Com a voz sempre baixa, diga algo no ouvido de cada uma delas, pedindo, por fim, para retornarem à posição de origem. Lá, elas ficarão novamente em silêncio.

Caso você seja uma pessoa ansiosa, sempre preocupada com resultados imediatos, fica aqui um importante lembrete de Lubienska:

“As primeiras tentativas da lição do silêncio numa classe são sempre decepcionantes. No início, não há verdadeiramente silêncio, mas mudança de ruído. Em lugar dos barulhos grosseiros, percebem-se ruídos mais leves: o ranger de um móvel, a respiração sibilante de alguma criança, o tic-tac de um relógio”. (LENVAL, Helena Lubienska de. A Educação do Homem Consciente, p. 105)

Portanto, se o exercício não funcionar nos primeiros dias, não se preocupe. Depois de duas ou três semanas, o verdadeiro silêncio surgirá!

Você acha que a Lição do Silêncio será útil para seus filhos? Quais são as dificuldades que você enfrenta nesse terreno? Deixe um comentário aqui embaixo. Eu adoraria saber sua opinião sobre esse assunto.


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

32 Comentários


  1. Boa tarde meu nome é Dayse tenho 27 anos, tenho 2 filhos, uma menina de 10 anos e um menino de 55. Ultimamente tenho recebido muitas reclamações da professora do meu filho dizendo que ele não fica quieto nem um minuto na sala, que fica subindo nas cadeiras, conversando e outras coisas mais, em casa ele é da mesma forma e gostaria de saber se aplicando este exercício com o tempo ele irá melhorar?

    Responder

    1. Ps. Tenho um menino de 5 anos, não percebi que ficou 55.

      Responder

  2. Olá.
    Sou pedagoga e confesso que nunca havia ouvido falar nessa Lição do silêncio. Achei maravilhosa. Meu filho é super ansioso e acredito que isso o ajudará muito, pois a ansiedade o deixa muito desconcentrado. Começamos ontem em casa e espero ajudá-lo.
    Obrigada por compartilhar.

    Responder
    1. Pâmela Arumaa

      Que ótimo, Letícia.

      Nós que agradecemos a confiança. Conte conosco!

      Abraço.

      Responder

  3. Olá. Bom dia!
    Cheguei ao blog procurando pela internet algum conteúdo que me ajude a lidar com a falta e interesse do meu filho em fazer as atividades propostas em sala de aula. Ele produz relativamente bem no Kumon, em casa e tbm na escola anterior. Mas mudou de escola, acho que ainda não criou vinculo afetivo com a professora e eu tbm não estou sentindo a acolhida necessária na escola. Ele tem 9 anos e está no 3o fund. I. Fiquei arrasada quando vi a apostila em branco nos últimos 3 dias de aulas de Português e Matemática. Foram mais de 20 paginas em branco, apenas o “Não fez” escrito pela professora. Gostei do post sobre a lição do silencio, entendi como uma meditação. Vou tentar aplicar com ele em casa e ver se conseguimos mante-lo concentrado e motivado a fazer as lições em classe.

    Responder

  4. Sr. Carlos,
    Boa noite!
    Temos dois aluninho do 1º e do 2º ano que andam o tempo todo pela escola, são crianças de abrigo e um deles é meu aluno. Não sei mais como agir com ele, pois grita, xinga, dá pontapés, enfim, naõ se concengtra em nada ecom nada atrapalhando o andamento da sala e do aprendizado.
    Peço-lhe encarecidamente uma ajuda.
    Sem mais e desde já agradeço sua atenção.

    Responder

  5. Muito interessante!
    Minha filha tem 1 ano emeio sera que ja posso comecar a fazer c ela? Ela e cheia de energia e so se concentra em certas atividades como pintura, leitura e desenhar. Precisa sempre de estimulo e interacao c adulto ou outras criancas.
    Troca de brinquedo e atividade q cada minuto… Sera q trm algo mais q possa fazer para ajuda-la ase concentrar e “parar” mais?

    Responder

  6. Adorei essa atividade e fui logo fazer com meu filho de 5 anos. Ele disse que não gostou da brincadeira kkk, mas vou fazer todos os dias até ele adaptar. Meu filho é muito agitado e ansioso. Adoro as dicas e coloco todas em prática. Muito obrigada por compartilhar coisas tão maravilhosas e produtivas.

    Responder

  7. Sou professor de inglês em Rio Grande – RS e percebo a dificuldade que pessoas em qualquer idade tem ouvir. A falta de prática do silêncio cria pessoas débeis no aprendizado, que não treinaram sua habilidade de represar seus descontroles e agitações internos. Pessoas assim estão sempre ansiosas para falar qualquer coisa, mas mostram dificuldade para reter o que lhes é dito.

    Responder

  8. Minha filha é mt agitada e bastante teimosa. Ainda tenho dúvidas se conseguirei por em pratica o exercício com ela mas tentarei

    Responder

  9. ola, descobri hoje o site, e estou tentando ler bastante, quero praticar as atividades. Tenho uma duvida: a partir de quantos anos posso realizar as atividades, como de alfabetização e esta do silencio? tenho um filho de 1 ano e 7 meses.

    Responder

  10. Gostei muito e vou tentar com o meu filho ele tem 6 anos e é bem agitado .

    Responder

  11. Olá!!
    Estou super feliz com todo o conteúdo do site, estou vendo e lendo tudo que posso!
    Tenho 3 filhos pequenos ,Pedro (9),Davi(7),Samuel (5)…
    Tem sido muito difícil pra mim ,correria,gritaria,agitação e etc
    Quero muito fazer as dicas de vcs,essa do silêncio mesmo achei o máximo! Vou tentar aqui!

    Responder

  12. Olá Boa Tarde, tomei conhecimento hoje deste site e exercicio achei super interessante e vou sem duvida fazer com meu filho, so tenho um que é uma criança muito inteligente e amoroso, porem tem uma dificuldade imensa de focar se aguietar e isso tem atrapalhado muito na escola e seu comportamento pq não consegui sossegar nem calar e tem um tom alto e quer chamar atençao o tempo todo, vou fazer e conto a vcs.. Obrigada

    Responder

  13. Adoro isso… silêncio e concentração!
    Nossa filha de 6 anos estudava desde os 4 em uma escola Religiosa e Montessoriana, este ano nos mudamos para Barretos e aqui não existe nada com estas propostas, então tivemos que optar por uma escola Tradicional. Estamos estranhando demais a mudança, para não falar que estamos desesperados, nossa filha está assustada com os gritos na sala de aula, com a desordem e desobediência dos alunos, até ela já está falando mais alto e muito agitada… não sabemos mais o que fazer.
    Vou conversar com a coordenação e também vou mostrar matérias como esta, acredito que no mundo agitado em que vivemos, a escola deveria assumir o papel de nos ajudar a desacelerar nossas crianças e não estimular a agitação.

    Obrigada pelas orientações!

    Responder

  14. Carlos
    Que trabalho brilhante!
    Sou professora e uso o método Fônico com os meus alunos…
    Suas dicas tem me ajudado a aprimorar o trabalho em sala…

    Responder

  15. Olá…
    Estou tomando conhecimento do Site agora e estou achando tudo muito legal
    tenho um filho de 1 ano e 2 meses e estou procurando ler bastante em como dar
    uma boa educação a ele… Quero aplicar essa técnica do silencio, ele é muito agitado,
    anda cheio de vontades e tolices principalmente quando está com os avós…
    Espero profundamente que dê certo!

    Responder

  16. Vou iniciar essa proposta 🙂 Meu pequeno tem três anos e estamos com dificuldade para ajudá-lo a compreender que ele está falando muito alto e também tem apresentado comportamento inadequado dentro de ambientes fechados como a igreja ou consultórios médicos, tem falado alto e não percebe.

    Responder

  17. meus filhos são agitados ,todos somos vou fazer e passar para outras pessoas também

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      🙂

      Agradecemos a confiança e a sua recomendação.

      Abraço!
      Pâmela Arumaa – Suporte

      Responder
    1. Arno Alcântara

      Oi, Ines! A Lição do Silêncio pode ser aplicada com crianças bem pequenas, a partir dos 2 anos. Mas se você tiver filhos menores que 2 anos, pode experimentar também. É uma questão de testar. Conte-nos o resultado! Abraço!

      Responder

  18. Em uma das aulas ao vivo do curso Ensine seus filhos a ler, o professor Carlos deu uma dica para realizar a lição do silêncio que foi preciosa e funciona muito bem em minha casa. Tenho crianças de 6 e 10 anos e realizo com total cuidado e segurança.
    ” Acendo uma vela para cada uma de minhas filhas (por escolha uso velas santas com imagens de Nossa Sra), ambiente semi escuro. Sentamos no chão, fechamos os olhos e ficamos em silêncio. Quando digo o nome de uma delas, esta levanta e apaga a sua vela; retorna em silêncio até a outra ser chamada. Como ensinou o prof Carlos, a criança fica quietinha, concentrada, esperando a sua vez de ser chamada.”

    Responder

  19. Me deu calafrios só de pensar em fazer tal exercício. Sou agitada como então ser o exemplo para as minhas crianças?! Preciso aprender primeiro ou posso aprender junto com elas?

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      Olá, Etienne.

      Ri demais do seu comentário, também sou muito agitada… rs…

      Pode aprender junto! O importante é perseverarem. Vocês conseguirão! 🙂

      Abraço!
      Pâmela Arumaa – Suporte

      Responder

  20. Seu blog é maravilhoso e tem me ajudado muito! Tenho um filho de 4 anos que é bem agitadinho rs. Vou tentar fazer esse exercício com ele. Tomara que funcione!

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      Que bom que estamos ajudando.

      Depois conte-nos o resultado.

      Abraço!
      Pâmela Arumaa – Suporte

      Responder

  21. Meu filho estuda em uma escola montessoriana na qual esse exercício do silêncio é realizado diariamente, eles o chamam de atividade de linha. Já tive a oportunidade de presenciar essa atividade e é, realmente, impressionante. Não há hora exata para a tia propor a atividade, normalmente ela a aplica quando sente que a turma está se agitando. Sem dizer uma palavra, a tia começa a andar pela sala, os alunos vão percebendo e, também em silêncio, guardam o material que estavam usando e a seguem. Quando todos já estão a segui-la, eles sentam em roda e assim ficam pelo tempo que ela achar necessário. Quando acaba, todos voltam para a atividade que estavam fazendo sem que seja necessário falar. É lindo!!!! Isso acontece em uma turma de uns 20 alunos com idades entre 3 e 7 anos.

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      Deve ser maravilhoso!

      Ao ler o livro “A educação do homem consciente” pude somente imaginar o quão lindo deve ser este momento.

      🙂

      Abraço!
      Pâmela Arumaa – Suporte

      Responder

  22. Muito bom esse exercício do silencio. Vou começar a praticá-lo aqui em casa. Será que vai dar certo? Meus dois filhos são muito agitados, principalmente o mais velho, e ai de companhia o mais novo acaba se agitando também. Eles gritam muito, e não adianta pedir pra não gritar, isso só piora. Vou por este exercício em prática. Tomara que possa fazer efeito neles também.Quero aproveitar e dizer ao senhor, professor Carlos, que estou gostando muito do seu blog, está me ajudando muito. Já tinha ouvido falar dele, inclusive já tinha até visto alguns vídeos do senhor, mas por falta de organização nuca tinha colocado os exercícios em prática.Ma agora que eu vou começar a praticar o homeschool, estou lendo tudo do seu blog, e assistindo todos os vídeos possíveis, a fim de tirar o maior proveito deles. Muito obrigado pelo seu trabalho. Em breve espero estar contando pro senhor os resultados dos exercícios,. Rezem por mim. Obrigado. Fique com Deus. Que ELE possa abençoar o senhor a cada dia,para que possas continuar com esse belo trabalho.

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      Amém, Katia.

      Depois conte-nos o resultado!

      Abraço!
      Pâmela Arumaa – Suporte

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *