Atividades para Estimular as Funções Executivas dos 18 meses aos 3 anos

Tempo de leitura: 6 minutos

Na semana passada, iniciamos uma série de publicações para estimular as funções executivas. Nessa série, trazemos várias atividades para desenvolver nas crianças capacidades que as auxiliarão a resolver problemas complexos, controlar impulsos, manter o foco em suas tarefas, evitar distrações, estabelecer objetivos e manter a determinação de cumpri-los, tomar decisões, seguir instruções envolvendo várias etapas, etc.

Apresentamos hoje atividades para você fazer com seu filho de 18 meses a 3 anos. As crianças maiores também podem praticá-las, mas para que elas se divirtam e se sintam desafiadas será preciso, na maioria dos casos, aumentar a dificuldade.

Como nessa fase as crianças expandem muito rapidamente a linguagem, os jogos de linguagem e as brincadeiras que envolvem a audição e a fala são especialmente importantes.

BRINCADEIRAS

Estátua

Brincadeiras como “Estátua” trabalham o controle e a inibição de movimentos. Escolha um local adequado, de preferência ao ar livre, e explique a brincadeira com bastante clareza para a(s) criança(s): “Eu vou cantar uma música. Enquanto canto, todos nós vamos correr. Quando eu parar de cantar e gritar ‘Estátua’, todos têm de parar de correr e manter-se parados como estátuas.” Tenha paciência, pois crianças com menos de 3 anos precisarão que você repita várias vezes as regras do jogo. Geralmente os pequenos imitam os mais velhos, então espere um pouco até que eles se posicionem. Com crianças mais velhas, as regras podem ser cumpridas mais rigorosamente e você pode tirar da brincadeira aquelas que rirem ou se mexerem após o comando “Estátua”.

Brincadeiras musicais

Cante com seu filho músicas como “Cabeça, ombro, joelho e pé”. Elas exigem que as crianças prestem atenção às palavras da canção e as armazenem na memória de trabalho, usando a canção para guiar suas ações.

Crianças dessa idade costumam adorar canções que envolvem a execução de gestos. Elas são um desafio para a atenção, a memória de trabalho e o controle inibitório.

No site do Estevão Marques, há brincadeiras musicais para crianças de várias idades. Crianças de 2 a 3 anos podem ser capazes de acompanhar, por exemplo, os gestos da canção “Baile Tré-lé-lé”.

Atividades de psicomotricidade

Pratique atividades de psicomotricidade com seu filho para que ele, além de alcançar consciência corporal e noção espacial, adquira o poder de neutralizar os movimentos do corpo conscientemente. Proponha atividades como lançar bolas em uma caixa, andar sobre uma linha traçada no chão, andar sobre uma plataforma, saltar obstáculos, passar por debaixo de cadeiras, correr até um determinado lugar e voltar, etc. Como essas atividades envolvem comandos verbais, a memória auditiva de curto prazo também é trabalhada.

BRINQUEDOS

Blocos

Vários estudos sugerem que brincar com blocos (de madeira, de plástico, de espuma, magnéticos, etc.) ajuda as crianças a desenvolver, além das coordenações motora e visomotora, a orientação espacial, a capacidade de resolver problemas com mais de uma solução possível, o foco e a criatividade.

Ao brincar com blocos, lego ou com brinquedos como “Brincando de Engenheiro”, as crianças têm a possibilidade de montar as peças de muitas maneiras diferentes, desenvolvendo assim a habilidade de resolver problemas que podem ser solucionados de mais de uma maneira.

Quebra-cabeça

Já os quebra-cabeças desenvolvem a capacidade de resolver problemas com apenas uma solução possível. Montar quebra-cabeças também treina a memória de curto prazo e as capacidades cognitivas de comparar, analisar e sintetizar. Opte por quebra-cabeças mais simples e com poucas peças. Há boas opções em madeira. Brinquedos passa-formas também são indicados.

Os adultos podem ajudar perguntando à criança onde devem colocar uma determinada peça; caso ela não caiba no lugar escolhido pela criança, pergunte novamente onde ela acha que deve colocá-la. Assim, exercita as habilidades de reflexão e planejamento.

Cubos de Memória

Em um vídeo, o prof. Carlos Nadalim sugeriu este brinquedo que pode ser encontrado no site da Brinquedos Carimbrás. Ele possui vários cubos com uma forma e uma cor em cada face. A criança tem de reproduzir os modelos usando os cubos, seguindo uma progressão de dificuldade. Com crianças pequenas use seqüências de 2 a 4 blocos. A recomendação é para crianças entre 2 e 5 anos.

Separando brinquedos segundo um critério predefinido

Use brinquedos variados em um jogo de separar objetos por categoria, tamanho, forma ou cor. Você propõe uma regra e a criança tem de memorizá-la, observar os objetos e separar aqueles que se adequam. Por exemplo, use blocos de montar e peça para colocar somente os vermelhos numa caixa. Ou misture carrinhos de vários tamanhos e peça para a criança colocar os carrinhos pequenos numa caixa.

ESTIMULAÇÃO VERBAL

Narrações

Observar a brincadeira e narrar o que está acontecendo é uma maneira de ajudar crianças mais novas a compreenderem como a linguagem é capaz de descrever suas ações. À medida que elas vão crescendo, podem-se acrescentar perguntas como “O que você vai fazer depois?” ou “Estou vendo que você quer colocar a bola dentro do pote. Há alguma outra maneira de fazer isso?” Esses comentários ajudam a criança a parar e refletir sobre o que está tentando fazer e a planejar o que fazer em seguida.  

Contar e recontar histórias

Aproveite momentos marcantes como um final de semana no sítio, um passeio no parque de diversões ou uma viagem para que a criança reflita sobre essas experiências. Comece narrando cronologicamente o que vocês fizeram. Depois peça à criança para recontar o que vocês vivenciaram. As mais novas terão mais dificuldade por conta do vocabulário limitado e por conhecerem poucas estruturas frasais. Essas histórias podem ser registradas em um diário pelos pais e ilustradas por um desenho ou pintura da criança.

Na próxima semana daremos continuidade a esta série com atividades para crianças de 3 a 5 anos.

Com informações do Centro de Desenvolvimento da Criança da Universidade de Harvard


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

2 Comentários


  1. Estamos aproveitando o tempo com nosso bebê com ajuda desta brincadeiras!
    Obrigada professor Carlos Nadalim e equipe!

    Responder

  2. Gostaria de saber se esse método de alfabetização em 5 etapas serve para crianças com deficiência?.Minha filha tem síndrome de Down. Vcs tem outros artigos que se adequa?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *