Homeschooling

Por que as histórias são fundamentais na educação de crianças e jovens?

Por que as histórias são fundamentais na educação de crianças e jovens?

9 minutos Esta não é a única maneira de ensinar, e talvez não seja sequer a mais perfeita – mas é uma forma de preparar o terreno, é importante e é natural. Não por acaso, Jesus ensinou por meio de parábolas; também não é por acaso que o Antigo Testamento seja constituído, em grande parte, de histórias – verdadeiras, mas ainda assim histórias – sobre nossos precursores na fé. Os homens aprendem por meio de histórias, especialmente os mais moços, e assim se preparam Continue lendo

Melhore o tempo de reação de seu filho com este jogo

Melhore o tempo de reação de seu filho com este jogo

3 minutos Um jogo divertido para melhorar o tempo de reação das crianças. Resolvi fazer uma pausa nas gravações do meu curso de alfabetização para gravar uma dica especial a você que acompanha o blog. No meu curso de alfabetização, cada capítulo começa com um jogo, que é uma espécie de aquecimento que prepara as crianças para a resolução das demais atividades do curso. E um dos principais objetivos dos jogos do meu curso de alfabetização é acelerar o tempo de reação das crianças, Continue lendo

Questões jurídicas do homeschooling: uma entrevista com o dr. Édison Prado de Andrade

Questões jurídicas do homeschooling: uma entrevista com o dr. Édison Prado de Andrade

13 minutos Atendendo a pedidos de muitos de nossos leitores, o tema de hoje é homeschooling. A equipe do blog entrevistou o advogado Édison Prado de Andrade, gestor da ABDPEF (Associação Brasileira de Defesa e Promoção da Educação Familiar), que nos contou um pouco sobre as questões legais e jurídicas do ensino domiciliar no Brasil. CESF:  Você poderia se apresentar para os leitores do blog que ainda não o conhecem? O que faz, como foi que se interessou pela educação domiciliar e como começou Continue lendo

Como Cozinhar com as Crianças Sem Perder a Cabeça

Como Cozinhar com as Crianças Sem Perder a Cabeça

7 minutos Integrar a criança na rotina doméstica, atribuindo-lhe certos deveres com equilíbrio e amor, é fundamental para que ela conquiste a autonomia. A partir dos seis anos, a criança pode até começar a se aventurar na cozinha, sob a supervisão de um adulto, adquirindo assim uma importante habilidade: a de preparar seu próprio alimento. Confira, neste artigo, o relato de uma mãe homeschooler sobre sua experiência com os filhos na cozinha. Se você acompanha o blog há algum tempo, deve saber que já Continue lendo

A BNCC, a Educação e a Escola

A BNCC, a Educação e a Escola

11 minutos Mais uma sigla na sopa de letras com as quais temos que lidar cotidianamente: BNCC. O que significa? A resposta é: Base Nacional Comum Curricular. Trata-se de um documento de quase 400 páginas, cujo texto foi elaborado sob os auspícios do Ministério da Educação, com a participação direta de centenas de especialistas das Universidades e das estruturas das Secretarias Estaduais e Municipais de todo o país. A BNCC foi elaborada por determinação legal, e essa elaboração envolveu órgãos educacionais dos estados e Continue lendo

10 Maneiras de Destruir a Imaginação do Seu Filho

10 Maneiras de Destruir a Imaginação do Seu Filho

13 minutos Se você quer saber como NÃO educar seus filhos, esta é a receita perfeita. O professor americano  de literatura Anthony Esolen apresenta aqui um resumo dos estragos provocados pelas pedagogias funestas das últimas décadas. Alguns anos atrás, um vândalo seqüestrou uns bons quarenta ou cinquenta mil livros da biblioteca da universidade onde leciono. Ele não queria lê-los, sequer vendê-los. Queria apenas livrar-se deles, alegando que, de qualquer forma, ninguém os leria mesmo. Alguns dos volumes condenados à destruição eram insubstituíveis. Sei disso Continue lendo

Déia e Tiba Contam Como Alfabetizaram o Filho em Casa

Déia e Tiba Contam Como Alfabetizaram o Filho em Casa

6 minutos O prof. Carlos Nadalim esteve em Cachoeira Paulista e entrevistou Déia e Tiba, da Canção Nova. Eles contaram como usaram o conteúdo do blog para ensinar o Bento a ler. PROF. CARLOS: Olá, seja bem-vindo ao blog Como Educar seus Filhos, eu sou o Carlos Nadalim e estou em Cachoeira Paulista, na casa do Tiba, da Déia e… de quem? BENTO: Do Bento, do Mathias e do Tomás. PROF. CARLOS: Exatamente! E aqui em Cachoeira conversei bastante com o Tiba e com Continue lendo

Duas Dicas para Seu Filho Jamais Escrever “derepente”, “porisso”, “a inda” e Coisas do Tipo

Duas Dicas para Seu Filho Jamais Escrever “derepente”, “porisso”, “a inda” e Coisas do Tipo

3 minutos Quando você diz uma frase a uma criança pequena, em geral ela não tem consciência de que essa frase é composta de uma seqüência de unidades que chamamos de palavras. Por falta dessa consciência, ao aprender a escrever, muitas crianças aglutinam palavras, não separando umas das outras (“derepente”, “acasa”, “osmeninos”, “porisso”, etc.). Pode ocorrer também de separarem palavras que não deveriam ser segmentadas (“a inda”, “de pois”, etc.). Para evitar que seu filho de 3 a 6 anos tenha esse problema no Continue lendo

Alfabetizar Seu Filho é Tarefa para Você?

Alfabetizar Seu Filho é Tarefa para Você?

5 minutos Se a escola não cumpre seu papel, os pais devem assumir a alfabetização formal dos filhos? Neste vídeo vou falar sobre orientação informal, educação formal e sobre a sua responsabilidade na alfabetização formal de seus filhos. Em casa as crianças têm contato com os professores mais marcantes que terão durante toda a vida: os próprios pais. Na preparação para a alfabetização os pais cumprem um papel decisivo. Por quê? Porque a maioria deles é capaz sim de orientar informalmente seus filhos no Continue lendo

Ditado, Uma Prática Ultrapassada?

Ditado, Uma Prática Ultrapassada?

6 minutos Quando se fala em ditado, muitos imaginam a seguinte cena: a professora com um aspecto sisudo, andando de um lado para o outro da sala com um livro na mão. Alunos com o olhar assustado e as mãos trêmulas, com medo de perder ou errar alguma  das inúmeras palavras que a professora irá disparar. Hoje é comum tomar o ditado como uma prática antiquada e torturante, empregada pelos professores carrancudos de antigamente para verificar a ortografia dos alunos. No entanto, é um Continue lendo