Entende o que Escuta mas Não o que Lê

Tempo de leitura: 3 minutos

A criança entende tudo o que escuta, mas não entende nada do que lê. Por que isso acontece e qual o caminho para resolver esse problema? É isso que eu falo no vídeo de hoje.

Um pai me escreveu recentemente dizendo que sua filha compreendia tudo o que escutava (instruções, histórias lidas em voz alta, etc.), mas não o que lia. O que fazer nesse caso? Darei algumas dicas para que vocês entendam esse fenômeno e façam algo a respeito.

Quando a criança ouve um discurso e compreende o que escuta, ela está usando capacidades que possui por uma espécie de herança biológica. São várias as capacidades que usamos para compreender o discurso oral. Precisamos manter a atenção, memorizar o que ouvimos para chegar a conclusões, precisamos do conhecimento lingüístico para saber o significado das palavras e de ter o mínimo de consciência sintática. Enfim, somando às capacidades cognitivas o conhecimento lingüístico, compreendemos um discurso oral.

Porém, quando o assunto é leitura, além das capacidades cognitivas e do conhecimento lingüístico, as crianças precisam dominar também a identificação automática de palavras, uma habilidade crucial para a compreensão em leitura. Do contrário, elas não conseguirão decodificar as palavras com fluência e dificilmente conseguirão compreender um texto, empregando um esforço tremendo para depois sequer se lembrarem das primeiras palavras da frase lida.

Crianças que compreendem o que ouvem, mas não o que lêem não dominam a habilidade de identificação automática de palavras. O que podemos fazer então para ajudar crianças de 8, 9 e até 10 anos que apresentam tal dificuldade?

É muito simples. No blog Como Educar seus Filhos há um ebook no qual apresento as 5 etapas para alfabetizar seus filhos em casa. Em um dos blocos do ebook há uma série de exercícios de consciência fonêmica cujo fim é fazer com que as crianças dominem o princípio alfabético. Grosso modo, domina o princípio alfabético quem consegue converter conscientemente grafemas em fonemas.

Posteriormente seu filho deverá decodificar as palavras de forma seqüencial, ou seja, você deverá apresentar-lhe primeiro o som de cada letra, depois as sílabas e, por fim, a palavra inteira. Não caia na tentação de apresentar logo as sílabas ou palavras inteiras, pois a criança futuramente terá dificuldade para decodificar palavras novas.

Depois de decodificar várias vezes a mesma palavra, seu filho a reconhecerá automaticamente, usando como chave o princípio alfabético. Quando reencontrar aquelas palavras que decodificou mais de uma vez, já não será preciso decodificá-la de novo, pois irá reconhecê-la automaticamente.


Acesse abaixo a versão em áudio e faça o download para poder ouvir as dicas e atividades do prof. Carlos sempre que desejar.

Assine nosso super-mega-chique podcast no iTunes e receba nossos conteúdos em áudio, para escutar as dicas no carro ou em casa, pelo celular. Assine diretamente em seu computador pelo link bit.ly/cesf-podcast. É 100% gratuito. Se você quiser assinar pelo iphone, basta acessar o app “Podcasts”, que vem instalado no aparelho, e procurar por “Como Educar seus Filhos”. Caso você use Android, basta baixar o app Podcast Addict no Google Play e também fazer a busca por “Como Educar seus Filhos”. Além de publicarmos as versões em áudio de nossos conteúdos, produziremos conteúdos exclusivos para o podcast. Assine e deixe um review!


Se gostar do vídeo, não deixe de compartilhá-lo com seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, comente aqui embaixo!
Se quiser receber em seu email nosso ebook ‘As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa’ clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *