Expandindo a Memória Verbal Imediata de seus Filhos

Tempo de leitura: 7 minutos

Neste breve vídeo, eu falo sobre a memória verbal imediata, também conhecida como memória auditiva de curto prazo, a qual nós usamos, por exemplo, ao ouvir, falar e escrever. Sem uma memória verbal imediata bem desenvolvida, é impossível compreender o que quer que seja! Sendo assim, as crianças precisam exercitá-la o quanto antes!

Para isso, apresento dois exercícios divertidíssimos, que auxiliarão você a aperfeiçoar a memória verbal imediata de seus filhos. Assista!

Hoje vou lhes ensinar um exercício muito divertido de memória verbal imediata. Vocês perceberão algo muito importante nesse exercício: a interação entre pais e filhos.

Os pedagogos modernos fazem uma crítica à pedagogia tradicional. E, geralmente, o que se vê nas imagens caricaturais que criam sobre a pedagogia tradicional é a daquela senhora com uma régua em riste, com exercícios repetitivos que só desagradam as crianças. Mas, ao aplicar o exercício, você irá perceber que o que acontece é exatamente o oposto disso. As crianças se divertem, porque se sentem desafiadas, e o desafio as estimula.

Pergunta da Marcela Andrade: Carlos, tenho uma dúvida que me acompanha há algum tempo. Existe o risco de infantilizar o leitor maiorzinho, de 12 anos em diante, com esses livros muitos ilustrados e coloridos? Ou isso só ajuda?

Marcela, a partir dos 3, 4 anos, você já pode começar a ler em voz alta sem fazer menção a imagens, que são apenas um recurso visual utilizado nos primeiros anos. Eu concordo com você que usar muita ilustração realmente infantiliza e subestima a capacidade das crianças de criar as imagens ao ler. Essa é a grande jogada da literatura. Quando você lê uma obra de ficção, cria as personagens. Ao se assistir a um filme, no entanto, todos estão vendo aquela mesma personagem, naquele mesmo lugar, gesticulando de tal forma. Portanto, na leitura, você tem a liberdade de criar todo esse cenário.

Comentário da Cassandra Romeiro: Olá, Carlos, temos 6 filhos, e há pouco mais de um mês estamos lendo “As Crônicas de Nárnia” para as quatro menores, fazendo um capítulo por noite. Já temos nos surpreendido com os resultados. Antes de dormir, já não se liga mais a TV e todas pegam um livro e espera Nárnia chegar. E o impressionante é que a Teresa, de 2 anos e 4 meses, passou a criar e contar histórias para todo mundo. O que ela não fazia antes.

Primeiro, Cassandra, parabéns pela família numerosa. Isso nos alegra. E também por essa sua dedicação, esse ritual que você adota em sua casa de ler para as crianças um livro como esse, com o qual já tive contato e percebi que nele são pouquíssimas as ilustrações; e, pelo que você conta, é possível perceber que as crianças não só compreendem o que você está lendo para elas, mas também começam a desenvolver a capacidade de narrar e recontar a história.

A finalidade do exercício de memória verbal imediata é expandir a memória imediata das crianças, já que ela é a porta de entrada para o armazenamento de informações na memória de longo prazo. Então, podemos fazer o seguinte esquema: memória imediata – memória de curto prazo; memória tardia – memória de longo prazo.

Antes de trabalharmos, portanto, com a memória de longo prazo, precisamos calibrar a memória de curto prazo, ou seja, a memória imediata.

O exercício é muito gostoso, veja só. Com as crianças que ainda não conseguem produzir frases completas, você irá emitir uma seqüência de palavras. Pegue uma folha e cole ali desenhos de animais ou objetos, etc. Coloque-a sobre a mesa e diga os nomes de três coisas que estão na folha. Na seqüência, a criança deverá apontar para as imagens, mas na ordem que você reproduziu. Ajuste o exercício de acordo com a capacidade e a idade do seu filho. Comece com duas, três palavras, e vá aumentando gradativamente.

Para as crianças pequenas, que ainda não conseguem pronunciar frases, você irá trabalhar com palavras confeccionadas. Com as crianças que já conseguem pronunciar frases completas, vou lhe passar um exercício pronto.

Você vai dizer a primeira frase para a criança e, em seguida, ela deverá repetir. É muito simples. Começa assim:

Mãe: “Este é o duende da vitória.”

A criança deverá repetir: “Este é o duende da vitória.”

Na segunda vez, você diz: “Esta é a casa do duende da vitória”.

E ela repete: “Esta é a casa do duende da vitória”.

Pronto, já entendeu o mecanismo! Você ainda pode exagerar numa frase ou numa palavra, ler mais devagar, mais rápido, conforme a capacidade do seu filho. Mas continuemos o exercício:

Mãe: “Esta é a porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Mãe: “Esta é a fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Mãe: “Esta é a chave da fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Mãe: “Este é o chaveiro da chave da fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Mãe: “Este é o rato que assustou o chaveiro da chave da fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Mãe: “Este é o gato que comeu o rato que assustou o chaveiro da chave da fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

A criança repete.

Para terminar, introduza na seqüência um cachorro.

Mãe: “Este é o cachorro que perseguiu o gato que comeu o rato que assustou o chaveiro da chave da fechadura da porta da casa do duende da vitória.”

E a criança repete!

Chegamos aqui ao fim do exercício! Se a criança conseguiu ir até o último período, parabéns!

Se não conseguiu, não desanime, recomece com uma, duas, três sentenças, para ver até onde o seu filho dá conta. É muito importante que você continue, pacientemente, trabalhando isso com ele. Por quê? Porque depois, na leitura, a criança deverá, ao mesmo tempo, decodificar palavras, armazená-las na memória auditiva de curto prazo, sintetizá-las, etc., para compreender o que lê. E esse é um esforço muito maior do que simplesmente ouvir, memorizar e repetir palavras. Portanto, se a criança tiver dificuldades oralmente, tanto mais depois. Por isso você deve estimular a memória auditiva de seus filhos!


Acesse abaixo a versão em áudio e faça o download para poder ouvir as dicas e atividades do prof. Carlos sempre que desejar.

Assine nosso super-mega-chique podcast no iTunes e receba nossos conteúdos em áudio, para escutar as dicas no carro ou em casa, pelo celular. Assine diretamente em seu computador pelo link bit.ly/cesf-podcast. É 100% gratuito. Se você quiser assinar pelo iphone, basta acessar o app “Podcasts”, que vem instalado no aparelho, e procurar por “Como Educar seus Filhos”. Caso você use Android, basta baixar o app Podcast Addict no Google Play e também fazer a busca por “Como Educar seus Filhos”. Além de publicarmos as versões em áudio de nossos conteúdos, produziremos conteúdos exclusivos para o podcast. Assine e deixe um review!


Se gostar do vídeo, não deixe de compartilhá-lo com seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, comente aqui embaixo!
Se quiser receber em seu email nosso ebook ‘As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa’ clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

28 Comentários


  1. Adorei esse exercício,colocarei em prática hoje mesmo .
    Parabéns professor sou muito sua fã ????

    Responder
    1. Pâmela Arumaa

      Nós que agradecemos a confiança, Marciele.

      Abraços!

      Pâmela Arumaa
      Suporte

      Responder

  2. Adorei seu site parabéns. Ainda não tenho coragem de praticar o homeschooling, o que pra nos seria a solução dos problemas.
    Tenho um filho hj com 8 anos que começou o letramento em casa brincando com 2 anos, aos três decorou um livro, ficamos assustados pq achávamos que sabia ler e depois descobrimos que ele decorava de um modo simples o que aprendia na brincadeira.
    Acontece que chegou na escola com 5 e já sabia tudo que ensinavam e foi se desmotivando e com conversas nas escolas e ninguém me ajuda dando desafios pra ele além do que é feito em casa e na sala de aula.
    Uma criança sociável, mas que sempre sofre bullying por ser o cdf, o que sabe, o queridinho das professoras.
    Bom enfim, está semana está um chororo pra ir pra escolha, nada o motiva lá, faz a lição rapidamente e tem que ficar esperando a sala terminar, esta cansado é o que diz.
    Vi sua proposta hj para ver a memorização dele e ele amou, fez todas aos risos queria ter gravado mas não consegui pq estava com o texto no celular e não dava pra gravar junto.
    E após eu ler e ele repetir tudo, ainda repetiu tudo após sozinho todo feliz.
    Obrigada por fazer do dia dele um dia mais feliz com este desafio.
    Abraços

    Responder

  3. Muito legal esse exercício! Realizei ele com meu filho de 11 anos e ele conseguiu ir até a ultima frase, ficou muito empolgado e querendo mais desafios. Estou aplicando as dicas com meus filhos e vendo uma diferença significativa a cada dica que aplico!

    Responder

  4. Mais uma vez, me empolgo com suas dicas e vou fazer com minhas pequenas!

    Responder

  5. Estou amando os vídeos. Tenho 30 anos e este ano comecei a fazer pedagogia. Tenho que dizer que seus vídeos além de contribuir para o meu conhecimento também me anima e faz com que eu tenha cada vez mais certeza de que escolhi a profissão certa. Muito obrigada e Deus te abençoe.

    Responder

  6. Professor Nadalim, muito obrigado! Porei em prática o mais breve possível.
    Haha e excelente as suas dicas a aqueles que não gostam dos vídeos.

    Responder

  7. Estou gostando muito dos ensinamentos. Já criei meus filhos ,mas gosto muito de estar sempre apendendo.
    Muito obrigada.

    Responder

  8. Muito bom, para as crianças é um aprendizado, para os pais é muito gratificante e divertido.

    Responder

  9. Estou impressionado com a qualidade dos exercícios propostos nos vídeos. Faz mais ou menos 3 semanas que tenho acompanhado o blog. Parabéns pelo excelente trabalho. Minha filha está sendo alfabetizada, e a grande dificuldade dela é justamente essa. Quando ela termina de ler a última palavra da frase, já esqueceu a primeira. Vou começar a usar esse método amanhã mesmo e vou postar os resultados.

    Responder
    1. Pamela Arumaa

      Olá, Anderson. Agradecemos os elogios. É isso aí, aplique, mantenha a rotina, e volte aqui para nos contar. 🙂

      Abraço.
      Pâmela Arumaa
      Suporte

      Responder

  10. Adorei, seu texto, você tem mais proposta deste exercício com texto diferente?

    Responder

  11. Gostei muito da dica! “É do simples que se faz o grande”!

    Responder

  12. Olá prof. Carlos só estou passando para dizer que descobri seu blog ontem e estou encantada com suas dicas, tenho um filho de 1 aninho e acho q estou no caminho certo para o bom desenvolvimento cognitivo dele. Obrigada por suas dicas. Um abraço fraterno, até mais!

    Responder

  13. Estou assistindo os videos e estou amando as dicas, gracas a Deus por sua vida e pela disponibilidade de ajudar aos pais assim como eu postando esses videos. obrigada e parabéns!

    Responder

  14. Bom dia! Estou amando e compartilhando seus videos! Gostaria de saber se vale usar figuras para esse exercício de memória de curto prazo? Figuras da casa, chave, etc?

    Responder

  15. preciso de dicas de psicomotricidade, desenvolvimento da fala, memoria, entre outros.

    Responder

  16. Estou adorando as dicas,muito boas!!
    Estou tentando fazer com meu filho de 4 anos q tem dificuldades na fala.

    Responder

  17. Olá Professor Carlos Nadalim!

    Estou adorando suas dicas. E além de ensinar acabamos aprendendo tb. Já que quando estudei era como disse no início do vídeo, minha professora usava uma régua e quando errávamos ela nos acertava com a régua, muito traumatizante. Hoje não é mais assim, eu sei, mas também o método de ensino não é o adequado. Com sua dicas vou buscar passar o máximo de aprendizado pro meu filho, para que ele não venha passar por tudo que passei. Obrigado por nos conceder um pouquinho cada dia de seus conhecimentos.

    Responder

  18. Oi Professor Carlos Nadalim!
    Comecei a assistir seus vídeos hoje e vi quase todos, só vou parar por já ser madrugada. Estou adorando as dicas! Minha filha tem quase 5 anos e tem pavor de imaginar que terá que ir pra escola, teve uma experiência de uma semana e passou a gostar menos ainda. Preocupada dela não querer ir ano que vem, estou aqui devorando todo conhecimento passado no teu blog. Parabéns pelas dicas!!

    Responder

  19. Boa tarde Professor!

    Descobri o seu site hoje, e gostei muito.
    Sou professora e percebo a dificuldade de nossos alunos em relação a leitura e a escrita e o desinteresse por livros.
    A faixa etária que estou trabalhando é de 5 a 10 anos.
    A minha dúvida é como posso tomar leitura de crianças que ainda não estão alfabetizadas.

    Responder

    1. vc tem dicas para alfabetizar criancas com hipercinesia?precisando urgente.ele ja faz acompanhamento psicopedagogico e outros e quero ajudar mais em casa no tratamento.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *