Minha Filha de 6 Anos não Reconhece as Letras. O que fazer?

Tempo de leitura: 2 minutos

No quadro “Perguntas & Respostas” de hoje, respondo à pergunta encaminhada por Evandro Souza: “Minha filha de 6 anos tem dificuldade para reconhecer as letras e não consegue ler. O que devo fazer?”. Assista!

No quadro ‘Perguntas&Respostas’ de hoje, responderei à pergunta de Evandro Souza da Silva: “Estou muito preocupado com minha filha. Sofia tem 6 anos e tem mostrado muita dificuldade em reconhecer as letras. Ela ainda não sabe ler e é muito dispersa. Não sabemos se é apenas a alfabetização dela ou algo mais, e vamos levá-la a uma fonoaudióloga para uma avaliação. Gostaria que o senhor me ajudasse. Ela está agora no primeiro ano e começou a estudar apenas aos 4 anos, por problemas de saúde. Gostaria de dicas de materiais que possam ajudá-la e de saber se, aos 6 anos, ainda há como recuperar o tempo perdido”.

Em primeiro lugar, o reconhecimento das letras é algo que ela já deveria ser capaz de fazer, mas não é o mais importante. O que você precisa observar é se sua filha, a Sofia, já tem consciência do princípio alfabético. No ebookAs 5 etapas para alfabetizar seus filhos em casa” eu digo que o domínio do princípio alfabético é o coração dos métodos que nós consideramos mais eficazes.

Grosso modo, o que é o princípio alfabético? É a correlação entre as letras e os sons das letras. Tecnicamente, é a relação entre grafema e fonema, uma abstração que está na mente do falante. Sua filha precisa aprender, antes de qualquer coisa, a relação entre as letras e seus respectivos sons.

Você deve então analisar se  sua filha adquiriu ou não o princípio alfabético. Como ela tem 6 anos e ainda não consegue ler, provavelmente ainda não domina o princípio alfabético.

A dica que dou é a seguinte: baixe o ebookAs 5 Etapas para Alfabetizar Seus Filhos em Casa” e siga as instruções e etapas que damos ali. Com certeza, você conseguirá remediar essa situação em sua casa. Muito pode ser feito, uma vez que ela tem ainda 6 anos e está no período da alfabetização. O ebook dará a você a chance de aplicar uma educação compensatória com sua filha e recuperar o tempo perdido.


Faça o download da versão em áudio e ouça essa dica quando quiser!

Assine nosso podcast no iTunes e receba gratuitamente nossos conteúdos em áudio. Assine em seu computador pelo link bit.ly/cesf-podcast. Siga-nos e deixe um review!


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

10 Comentários


  1. Meu filho tem 7 anos e ainda tem dificuldade no alfabeto. Ele acaba de falar e se perguntar de novo ele não sabe. O que eu faço?

    Responder

  2. Meu filho já tem dez anos e não sabe ler nem escrever ainda,já levei em vários médicos neuropediatra, pediatra, fonoaudióloga, psicólogo e ninguém conseguiu me ajudar ele fez exames e não tem nem um problema, vista audição nem nada
    Como posso ajudar ele a aprender?

    Responder
    1. Pâmela Arumaa

      Olá, Mônica! Aqui é a Pâmela, faço parte da equipe de suporte. Tudo bem?

      Toda criança que não sofreu privação cultural grave, foi à escola no tempo adequado e não tem déficit sensório, auditivo, visual ou motor, e que aos oito anos lê em um nível abaixo do das outras crianças, é caracterizada como disléxica. A alexia é a incapacidade total de ler. E a dislexia é uma disfunção no processo de desenvolvimento de aprendizado da leitura. Normalmente, qual é a causa da dislexia? Pode haver causas ambientais e neurológicas. Toda criança disléxica tem déficit cognitivo. O déficit cognitivo diz respeito a problemas no processamento fonológico das unidades sonoras da fala. Mas isso não acontece porque ela não escuta, mas por uma dificuldade na categorização dos sons. Portanto, a dislexia é um problema tipicamente lingüístico. E o que pode causar esse déficit cognitivo? Raramente a origem é neurológica; as principais causas são o ensino mal feito (métodos globais e semi-globais) ou a ausência de estimulação lingüística (falta de leitura em voz alta, não desenvolvimento da consciência de impressão, etc.).

      Sugiro que se cadastre na “5ª Jornada da Alfabetização em Casa”, um evento online e gratuito, e conheça um pouco mais do nosso método: http://www.comoeducarseusfilhos.com.br/5jac

      Abraços!

      Pâmela Arumaa
      Suporte

      Responder

  3. Meu filho de seis anos e dez meses ,ele faz o segundo ano é muito inteligente, mais ele é muito lento em tudo que vai fazer .A diretora falou que vai usar um relógio pra marcar o tempo pra ele .Nas provas ele é o último a terminar segundo ela .o que devo fazer ?

    Responder

  4. Bom dia!
    Tenho um filho de 7 anos que já lê algumas palavras mas ainda tem dificuldades pois troca o som de letras com b/p, d/t, g/j, n/m. O que eu poderia fazer pra amenizar essa dificuldade dele?!
    Espero um retorno…
    Abraço!

    Responder

  5. Minha filha reconhece todas as letras, mas não consegue juntar as sílabas e ler. O que devo fazer ?

    Responder

  6. Minha filha tem seis anos e confunde as letras e escreve as letras e os números ao contrário;como se estivesse do avesso

    Responder

  7. Uma dúvida que tive ao conhecer o método fônico: devemos falar a que letra cada som está relacionado? Não falo em mostrar a letra, mas em ao menos falar para criança que o som que ela está aprendendo é o som da letra tal.
    Procurei nos dois e-books , mas não vi nada claro em relação a isso.
    Por favor, me responda!
    Agradeço!

    Responder
    1. Pâmela Arumaa

      Ola, Talyanne. Você também nos escreveu no suporte, não é mesmo?

      Já lhe respondi por lá! 😉

      Abraços.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *