Por que Ler Biografias para as Crianças?

Tempo de leitura: 4 minutos

Em seu desenvolvimento social, moral e espiritual, a criança precisa de modelos que a inspirem. E, para povoar a imaginação com exemplos de vida admiráveis, a leitura de biografias poderá prestar uma inestimável contribuição.

A formação literária e moral da criança – especialmente quando esta atinge a idade da razão, por volta dos sete anos – tem muito a ganhar com o conhecimento da história de homens e mulheres que, por sua abnegação e força de vontade, deixaram um legado valioso para a pátria, para a cultura, para a ciência ou para a Humanidade. A leitura de biografias é, assim, uma forma de cultivar a imaginação moral da criança, que aprenderá, com os erros e acertos,  vitórias e fracassos de outras pessoas, que as grandes realizações dependem do esforço, da perseverança e da fidelidade a um ideal.

Dentre as biografias que podem interessar às crianças, destacam-se aquelas de grandes inventores, descobridores, navegadores, santos, escritores e artistas, cientistas, estadistas, enfim: pessoas cujas vidas frutificaram para o bem de seus semelhantes. A seleção das biografias exige cuidado. Como a intenção não é simplesmente conhecer uma biografia, mas inspirar-se com vidas exemplares, é bom ter em mente o alerta do professor e escritor Vigen Guroian acerca dos perigos da “imaginação idólatra”:

“Por todo lado, em nossa sociedade, vemos as marcas profundas da imaginação idólatra. Os meios de comunicação promovem falsos deuses cujas vidas e histórias tomam o lugar da vida de santos e dos verdadeiros heróis. (…) Quando eu era menino, livros sobre grandes cientistas, exploradores e estadistas abarrotavam as prateleiras de biografias. Hoje, predominam livros mal escritos sobre atletas e estrelas do rock e do cinema. A imaginação idólatra floresce em meio à cultura jovem (…)”.

Se uma criança é capaz de se interessar pelos fatos da vida de um artista de cinema ou de uma estrela dos esportes, por que não se interessaria pela história de personalidades cujas ações ajudaram a moldar o mundo em que vivemos?

Os benefícios de ler biografias

A leitura de obras biográficas auxilia a criança a:

1. Colocar-se no lugar do outro: lendo sobre as circunstâncias de vida de outras pessoas, suas dificuldades e obstáculos que tiveram de superar, a criança será levada a colocar-se imaginativamente no lugar do outro. Assim se desenvolvem a imaginação moral e a empatia, isto é, a capacidade de se colocar “na pele” de outra pessoa – uma habilidade fundamental para o bom relacionamento com o próximo;

2. Interessar-se pela História: por tratar de indivíduos que efetivamente existiram, a biografia leva a criança a aprender sobre momentos históricos importantes, podendo despertar seu interesse pelo país onde os fatos se passaram, as condições culturais e materiais da época etc., tornando o aprendizado de História e Geografia uma experiência viva, e não mero dever escolar;

3. Conhecer-se melhor: a biografia é uma exposição das motivações e ações humanas. Quanto maior for o conhecimento da criança acerca dessas motivações, mais ferramentas ela terá para identificar seus próprios movimentos interiores, anseios, desejos, e, assim, conhecer-se melhor;

4. Exercitar o treino literário: o hábito de ler narrações sobre a vida de outras pessoas treinará a criança para que, no futuro, ela seja capaz de contar sua própria história (mesmo que seja de si para si), conquistando uma consciência mais clara sobre sua própria biografia;

5. Inspirar-se e visualizar o que se quer ser: o conhecimento de diferentes biografias ampliará o conhecimento da criança sobre as possibilidades de ação no mundo. As biografias fornecem exemplos de vidas possíveis, ajudando a criança a visualizar, mais concretamente, possibilidades que podem se atualizar em sua própria vida;

6. Construir o seu “tribunal interior”: caso haja uma profunda identificação da criança com a pessoa biografada, esta poderá tornar-se uma espécie de “mentor à distância” da criança, que irá, assim, formando um “tribunal imaginário” composto das pessoas que realizaram aquilo que ela mesma gostaria de realizar. Na impossibilidade de consultá-los em carne e osso, será sempre possível consultá-los imaginativamente, perguntando-se o que aquela pessoa faria em tal ou qual circunstância, ou que conselho daria nesta ou naquela situação.

Uma história bem contada

Bons biógrafos são bons escritores. Para que a leitura de biografias seja prazerosa, é importante que a narrativa seja envolvente e fidedigna, evitando o mero esquematismo de fatos e datas. Afinal, a intenção é inspirar a criança, o que só pode ser obtido por meio de uma narrativa que cative ao mesmo tempo a mente e o coração.


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

4 Comentários


  1. Quando criança, tive a sorte de ler o Livro das Virtudes. Estou revisitando as histórias ali contadas, especialmente as pequenas crônicas sobre personagens reais, e redescobrindo um tesouro. Infelizmente, é a versão sem gravuras, mas a leitura sempre me foi fácil e agradável. É minha recomendação particular =)

    Responder

  2. Olá Marcela! Gostei muito da dica e quero começar a ler livros de biografia para meus filhos. Que boas biografias você indicaria para uma criança de 7 anos?
    Obrigada,
    Rachel

    Responder
    1. Marcela Saint Martin

      Olá, Rachel! Fico feliz que tenha gostado do artigo. Estamos preparando uma lista de sugestões de biografias para as crianças. Será publicada em breve. Um abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *