TESTE: Seu Filho está Preparado para Ler?

Tempo de leitura: 6 minutos

Seu filho tem entre 4 e 6 anos? Faça este teste e veja se ele está preparado para ler.

Falamos algumas vezes no blog sobre algumas das noções e habilidades que precisam ser desenvolvidas para que as crianças se tornem bons leitores: consciência do impresso, consciência fonológica, memória auditiva de curto prazo bem treinada, um bom vocabulário, compreensão da linguagem oral, dentre outras. Para que você tenha uma noção mais precisa das áreas em que seu filho de 4 a 6 anos tem mais facilidade e daquelas que precisam ser melhor trabalhadas, preparamos um teste rápido e bastante simples. Não se trata, porém, de uma avaliação sistemática e exaustiva como os testes de leitura que se costuma aplicar a crianças mais velhas; este é antes um instrumento para auxiliar no diagnóstico das habilidades que precisam ser melhor desenvolvidas.

Primeiro, providencie o material necessário para o teste: papel, caneta, as imagens indicadas ao longo do teste (o ideal é que se façam pequenos cartões com elas), um livro com ilustrações, uma embalagem de produto e o livro “A casa sonolenta” (ou a letra da canção “A velha a fiar”). Separe de 15 a 20 minutos para fazer o teste e escolha um ambiente calmo.

Preparados? Vamos começar!

CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA

  1. Mostre-lhe 4 figuras: um pé, um cão, um anel e uma porta. Peça a ele para nomear todas as figuras. Em seguida, pergunte o seguinte: “Se eu tirar ‘vul’ da palavra ‘vulcão’, o que vai sobrar? Aponte a resposta.”
  1. Mostre-lhe 4 figuras: uma boca, um olho, um nariz e uma mão. Peça a ele para nomear todas as figuras. Em seguida, pergunte o seguinte: “Se eu juntar ‘na’ e ‘riz’, que palavra vou formar? Aponte o na-riz.”
  1. Mostre-lhe 4 figuras: uma mão, um limão, um homem e uma melancia. Diga: “Se eu juntar ‘li’ e ‘mão’, que palavra vou formar? Aponte o li-mão.”
  1. Diga a seu filho a seguinte frase: “Pedro e José estão brincando no quintal.” Pergunte quantas palavras há nessa frase.
  1. Diga a seu filho a palavra “mola” e pergunte qual o som do começo da palavra. Se necessário, prolongue esse som para que fique mais claro: mmmmmola.
  1. Diga a seu filho a palavra “abóbora” e pergunte qual o som do começo da palavra. Se necessário, prolongue esse som para que fique mais claro: aaaaabóbora.
  1. Mostre-lhe 4 figuras: uma casa, uma maçã, uma vela e um piano. Peça a ele para nomear todas as figuras. Em seguida, pergunte qual delas começa com o som “v”.
  1. Mostre-lhe 6 figuras: um cão, um pé, um dedo, um gato, um piano e uma mão. Peça a ele para nomear todas as figuras. Em seguida, pergunte qual delas começa com o som “d”.
  1. Mostre-lhe 4 figuras: um pato, uma foca, um cavalo e uma casa. Peça a ele para nomear todas as figuras. A seguir, mostre a figura de um gato e pergunte qual dentre os nomes daquelas figuras termina com um som parecido ao da palavra “gato”, ou seja, qual delas rima com “gato”.

DOMÍNIO DO PRINCÍPIO ALFABÉTICO

  1. Escreva 4 letras maiúsculas: V, M, I e O. Pergunte: “Qual destas letras tem este som: iiiii?”
  1. Escreva 6 letras maiúsculas: R, E, G, U, T e S. Pergunte: “Qual destas letras tem este som: sssss?”
  1. Escreva 4 letras maiúsculas: C, F, H e Z. Pergunte: “Qual destas é a letra “zê”?”
  1. Escreva 6 letras maiúsculas: X, A, J, I, P e G. Pergunte: “Qual destas é a letra “gê”?”
  1. Mostre uma letra do alfabeto (maiúscula) e pergunte o nome dela. A seguir, pergunte qual o “som” dessa letra. Repita o procedimento com outras 4 letras do alfabeto. (Se você quiser e seu filho tiver paciência, faça o teste com todas as letras.)

Se ele responder, por exemplo, que o som de “f” é “efe” e que o som de “r” é “erre”, ou seja, se disser somente o nome da letra, isso significa que ainda não domina o princípio alfabético: ainda não entendeu a relação entre as letras e os sons das letras.

CONSCIÊNCIA DO IMPRESSO

  1. Pegue um livro e mostre à criança. Peça a seu filho para apontar:
  • a capa
  • por onde se deve começar a ler
  • uma ilustração/desenho
  • uma palavra
  • uma letra
  • a última palavra do livro
  1. Pegue uma embalagem de produto com palavras e imagens. Pode ser um pacote de biscoitos, uma caixa de cereal, uma caixa de pasta de dentes… Peça a seu filho para apontar:
  • uma palavra
  • uma letra
  • uma figura/desenho
  1. Escreva a seguinte seqüência de números e letras e mostre a seu filho: F 8 G A 5 U M 2 9. Peça a ele para circular apenas as letras.

MEMÓRIA AUDITIVA DE CURTO PRAZO e COMPREENSÃO ORAL

  1. Leia em voz alta a história acumulativa “A casa sonolenta”, de Don e Audrey Wood. Antes da leitura, diga a seu filho para prestar bastante atenção à ordem de aparecimento das personagens. Pergunte qual foi a primeira personagem a aparecer. Se ele não souber responder, ofereça opções: o menino, o cachorro, a avó ou o gato? E qual o último?
  1. Repita a leitura do texto. Ao final, pergunte-lhe qual a seqüência de aparecimento das personagens no livro.

Obs.: Se você não tiver esse livro, use a canção acumulativa “A velha a fiar”.

  1. Junte as figuras dos exercícios de consciência fonológica e disponha-as sobre a mesa, com a imagem virada para cima. Diga à criança: “Vou dizer uma seqüência de 3 itens e você terá de pegar as figuras na mesma ordem, certo?” Comece com 3 itens e vá aumentando o número de itens para ver quantos a criança é capaz de armazenar na memória auditiva de curto prazo.

Espera-se que crianças de 5 a 6 anos memorizem seqüências de 7 a 8 itens em atividades como essa e que crianças de 4 a 5 anos memorizem cerca de 6.

O que fazer com o resultado?

Depois de concluído o teste, é hora de avaliar quais as áreas “fortes” e as “fracas” da criança. Se seu filho, por exemplo, não conseguir memorizar muitos itens nos testes de memória auditiva de curto prazo, ele precisará se empenhar mais nessa área. Como? Memorizando poesias e parlendas ou fazendo atividades como No fundo do mar e estas outras.

Se o problema maior for no campo da consciência do impresso, ponha em prática estas dicas. Se houver dificuldade em relacionar as letras e seus sons, apresente novamente os sons das letras e experimente fazer a dramatização dos sons, na seqüência sugerida aqui. Seguindo o passo-a-passo indicado no ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar Seus Filhos em Casa”, vocês certamente terão bons resultados.


Participe da Jornada da Alfabetização em Casa. Acesse: https://goo.gl/dCK7qY e faça parte desse evento online e gratuito que já transformou a vida de mais de 100.000 famílias!

Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

 

3 Comentários


  1. Parabéns Professor Carlos Nadalim! Esse teste é excelente e certamente me ajudará bastante na prática de atendimentos psicopedagógicos. Obrigada pelas oportunidades de acesso a seus vídeos e materiais.

    Responder

  2. Carlos, minha filha tem 3 anos e meio, posso aplicar esse teste?

    Responder

  3. Professor Carlos Nadalim,
    Maravilhoso todo o seu material! Nunca estudei tanto em minha vida, e estou adorando isso! O aprendizado tem sido enorme! Tudo para ajudar minhas duas sobrinhas, cada uma com duas filhas gêmeas. Quero ajudar não somente a elas, mas a muitos outros pais que encontro, muito angustiados, sem sabe o que fazer, que direção tomar. Estudo para repassar. Quero agradecer por todos os seus e-mails, destaque para um em que você diz que, se os pais não tiverem tempo para mais nada, então, leiam para seus filhos. Muita ênfase sua nessa leitura partilhada, o que já me fez adquirir vários livros infantis, para dar de presente. Minhas sobrinhas e outros pais que conheço não dispõe de muito tempo, o que me faz refletir na importância de ajudá-los, adquirindo os livros sugeridos de Cecília Meireles e outros muito importantes. Cada um de nós tem uma missão neste mundo. Se já cumprimos nosso dever de pais, e não temos netos, cumpre-nos ajudar as otras almas que Deus coloca em nosso caminho. Obrigada, obrigada, muito obrigada! Você é uma Luz em nossas vidas! Todas as bênçãos de Nosso Pai de Amor sejam sobre você e sua bela família.

    RESPONDER

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *