5 Exercícios que Contribuirão para a Saúde Óssea Plena de seu Filho

Tempo de leitura: 5 minutos

Minha experiência com o ensino de Ginástica na Escola Mundo do Balão Mágico me permite afirmar que crianças a partir de 2 anos são capazes de realizar todos os exercícios aqui sugeridos. No entanto saiba que crianças com idade entre 2 e 4 anos ainda estão adquirindo o padrão de saltar. Assim, é comum que elas apresentem dificuldades, principalmente na realização do salto grupado e do salto estendido a partir do plano elevado (exercícios 3 e 4). Ainda, caso seu filho de 5 anos ou mais não consiga executar algum dos exercícios propostos, não se preocupe. Auxilie-o sempre que preciso e então notará que após algumas sessões de prática ele vai adquirir a coordenação necessária para realizar tais habilidades motoras.

Para os exercícios descritos neste artigo, você vai precisar de:

  • dois colchonetes;colchonete
  • um plano elevado (feito de espuma, de preferência).
Exercício 1: Saltitos estendidos

saltitosDescrição: Com os braços elevados e pés unidos, realizar saltitos de forma contínua, mantendo o corpo totalmente estendido na fase de vôo (quando os pés não estão em contato com o solo). Esse exercício poderá ser realizado com ou sem deslocamento.

Sugestão: Conte até 12 (aproximadamente 3 saltitos a cada contagem).

Dicas:

  1. Faça o movimento (apenas se souber realizar corretamente) e/ou mostre a figura para seu filho;
  2. Solicite que seu filho “esconda as orelhas” com os braços. Assim eles vão compreender que os braços devem permanecer elevados;
  3. Realize esse exercício no início e no fim da sessão.
Exercício 2: Salto estendido

saltiotos2Descrição: Partindo da posição em pé, flexionar os joelhos e realizar um balanço dos braços para trás seguido de um balanço para frente e para cima, estendendo os joelhos e realizando o salto.

Sugestão: 15 a 20 saltos estendidos por sessão.

Dicas:

  1. Faça o movimento  (apenas se souber realizar corretamente) e/ou mostre a figura para seu filho;
  2. Solicite que seu filho “esconda as orelhas” com os braços na fase de vôo;
  3. Os pés deverão estar unidos e o corpo totalmente estendido durante a fase de vôo;
  4. Os dois pés têm de tocar o solo simultaneamente na aterrissagem;
  5. Aterrissar sobre a ponta dos pés e, em seguida, tocar os calcanhares no solo.
Exercício 3: Salto grupado

grupado

Descrição: Partindo da posição em pé, flexionar os joelhos e realizar um balanço dos braços para trás seguido de um balanço para frente e para cima, estendendo os joelhos e realizando o salto. Na fase de vôo, flexionar os joelhos.

Sugestão: 12 a 15 saltos grupados por sessão.

Dicas:

  1. Faça o movimento (apenas se souber realizar corretamente) e/ou mostre a figura para seu filho;
  2. Solicite que seu filho aproxime os joelhos do queixo na fase de vôo;
  3. Os pés e os joelhos deverão estar unidos durante a fase de vôo;
  4. Os dois pés têm de tocar o solo simultaneamente na aterrissagem;
  5. Aterrissar sobre a ponta dos pés e, em seguida, tocar os calcanhares no solo.
Exercício 4: Salto estendido a partir de plano elevado

elevadoDescrição: Realizar um salto estendido a partir de um plano elevado.

Sugestão: 15 a 20 repetições desse exercício por sessão.

Dicas:

  1. Faça o movimento (apenas se souber realizar corretamente) e/ou mostre a figura para seu filho;
  2. Solicite que seu filho “esconda” as orelhas com os braços na fase de vôo;
  3. Os pés deverão estar unidos e o corpo totalmente estendido durante a fase de vôo;
  4. Os dois pés têm de tocar o solo simultaneamente na aterrissagem;
  5. Aterrissar sobre a ponta dos pés e, em seguida, tocar os calcanhares no solo.

ATENÇÃO! A altura do plano elevado não poderá exceder a altura dos joelhos da criança.

Exercício 5: Aterrissagem sobre as mãos

salto5Descrição: Partindo da posição de joelhos, mover o corpo para frente e para baixo (em direção ao solo) com cotovelos estendidos. Quando as mãos tocarem o solo, os cotovelos deverão ser flexionados lentamente até que a criança chegue à posição deitada.

Sugestão: 10 repetições após o exercício 1 (no início da sessão) e mais 10 repetições após o exercício 1 (no final  da sessão).

Dicas:

  1. Faça o movimento (apenas se souber realizar corretamente) e/ou mostre a figura para seu filho;
  2. Os pés e os joelhos deverão permanecer unidos durante toda a realização desse movimento.

Por fim, tenham em mente que a segurança deverá sempre vir em primeiro lugar. Apesar da simplicidade dos exercícios, é indispensável seguir cada instrução fornecida e utilizar os materiais propostos. Lembrem-se: a responsabilidade pela integridade física de seus filhos é de vocês, papais e mamães. A prática segura contribuirá para a saúde óssea e fará de seu filho uma criança indestrutível!

Seguem as últimas dicas de segurança para os exercícios:

  1. As aterrissagens deverão ser realizadas sempre sobre um colchonete;
  2. As aterrissagens deverão ser feitas sempre com flexão de joelhos ou cotovelos (exercícios 3 e 5);
  3. A flexão de joelhos não deverá exceder 90º;
  4. Com exceção do exercício 1, no qual as forças de impacto são relativamente baixas, sempre solicite que seu filho aterrisse sem fazer barulho. Assim, as forças de impacto serão atenuadas.

É isso, pessoal.


Se gostar do artigo, não deixe de compartilhá-lo com seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, comente aqui embaixo!
Se quiser receber em seu email nosso ebook ‘As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa’ clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

3 Comentários


  1. Olá Vinícius. Parabéns….. estou sentindo dificuldades em compreender as figuras. Tem como vive mostrar os vídeos para executar os saltos?

    Responder

  2. Otimos exercícios.
    Estamos implementando aos poucos com nossos filhos.
    Obrigado!

    Responder
    1. Pâmela Arumaa

      Que bom, Vinícius Márcio.

      Depois nos conte como tem sido.

      Abraços.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *