6 Cartões de Natal para Fazer com as Crianças

Tempo de leitura: 7 minutos

Estamos inaugurando no blog uma temporada com novas participações e novos conteúdos, alguns deles com vieses ainda pouco explorados por aqui. Nosso foco continua sendo o mesmo, mas ofereceremos ainda mais atividades e dicas para você.

Este período que antecede o Natal é uma época fantástica para passar mais tempo com a família. Pensando nisso, separamos algumas atividades para os pais fazerem em casa com os filhos. Além de prazerosas e simples, elas também auxiliam no desenvolvimento cognitivo, lingüístico e motor.

A dica de hoje é resgatar um antigo costume: confeccionar cartões de Natal para presentear familiares e amigos. Quem não gosta de receber algo feito pelas mãozinhas de uma criança?

Na criação de um cartão, todo tipo de material é bem-vindo: guache, cola colorida, aquarela, papéis coloridos, EVA, barbante, lã, sobras de papel de presente, feltro, retalhos de tecido, recortes de revistas, pedaços de papelão, botões, fitas, lápis de cor, giz de cera, caneta hidrocor. Use o que tiver em casa e curta o momento com seu filho!

Se ele já sabe escrever, essa é mais uma chance de praticar a escrita. Se ainda está aprendendo as primeiras palavras, pergunte a ele o que gostaria de dizer à pessoa que ganhará o cartão e redija você uma mensagem, mas deixe que ele assine.

Apresentamos a seguir algumas sugestões. Você pode adaptá-las à idade de seu filho, tornando-as mais fáceis ou mais difíceis. Em todas elas são trabalhadas habilidades como coordenação motora fina, controle muscular, destreza, coordenação visomotora e orientação espacial, as quais, entre outras coisas, são necessárias para um bom desempenho em leitura e escrita.

Pintar, desenhar, recortar e colar também são excelentes maneiras de acalmar meninos cheios de energia e de aumentar-lhes a capacidade de concentração. Produzir estes cartões natalinos poderá servir como uma preparação do terreno para outras atividades que exigem bastante atenção, como a leitura, a memorização de poesias e os jogos de linguagem.

1. Presépio pontilhado em tinta guache

Materiais:

  • Papel-cartão de cor clara
  • Tinta guache

Antes de tudo, é prudente improvisar um avental para o pequeno pintor, forrar com plástico ou jornal a superfície sobre a qual vocês vão trabalhar e manter um pano úmido por perto para limpar a sujeira: as crianças se empolgam com as tintas e muitas vezes são um bocado desajeitadas, derrubando potes, pincelando as paredes, o chão, a mesa, o rosto…

Com um lápis, faça um desenho no papel para a criança pintar sobre ele.

Explique que ela deverá passar primeiro o dedo indicador na tinta, depois no papel e fazê-lo repetidas vezes, seguindo o traço a lápis. Uma boa dica é dar antes o exemplo, pintando você mesmo as primeiras bolinhas e pedindo que ela continue o que você começou. Aproveite para treinar a orientação espacial, instruindo a criança, por exemplo, a pintar palhinhas entre Jesus e a manjedoura ou a pintar uma estrela sobre o telhado do estábulo.

Em vez de usar os dedos, pode-se fazer a pintura com uma rolha de vinho.

2. Guirlanda natalina pintada a dedo e cotonete

Materiais:

  • Papel-cartão
  • Tinta guache
  • Cotonete

Com um compasso, faça um círculo grande no centro do papel.

Oriente a criança a passar o dedo indicador na tinta verde e depois no papel, acompanhando o traçado a lápis até completar toda a guirlanda. Às crianças mais velhas pode-se dizer para pintarem ora dentro, ora fora do círculo. Às de 2 a 3 anos peça apenas que tentem seguir a linha.

Por fim, peça para mergulhar um cotonete em tinta de outra cor (vermelha, azul ou roxa, por exemplo) e ornamentar a guirlanda com pequenas bolinhas coloridas.

Para não fazer muita sujeira, é melhor separar pequenas quantidades de tinta antes de começar. Uma criança de 2 anos, quando treinada, é capaz de fazer isso sozinha.

3. Árvores de tiras de papel

Materiais:

  • Papel-cartão de cor clara
  • Papéis coloridos
  • Tesoura
  • Cola

Com um lápis, trace as formas no papel colorido para a criança recortar. Se ela tiver facilidade em manipular a tesoura, faça um traço fino. Se ela ainda tiver dificuldade em manusear a tesoura, faça um traço espesso. Você também pode fazer duas linhas paralelas e pedir que ela passe a tesoura no meio. Outras dicas são usar papel de gramatura maior – pois é mais fácil de manusear – e não deixar pedaços muito grandes de papel para a criança recortar. Mesmo com essas facilidades, muitas crianças de 2 a 3 anos não conseguirão recortar seguindo a linha e precisarão de ajuda.

Na hora de colar as tiras de papel colorido, oriente a criança a começar pela base da árvore e seguir colando-as de baixo para cima. Lembre-a de que a primeira tira será a maior e o tamanho vai diminuindo conforme o topo se aproxima. Mas deixe que ela disponha sozinha as tiras em ordem, sintetizando a figura da árvore.

4. Três reis magos

Materiais:

  • Papel-cartão preto ou cinza
  • Papéis coloridos
  • Cola colorida amarela e preta
  • Caneta de ponta fina
  • Tesoura
  • Cola

Nos papéis coloridos, trace com um lápis as formas (roupas e cabeças dos três reis e chão do deserto) e diga a seu filho para recortá-las.

Indique onde ele deverá colá-las (“cole esta embaixo”, “cole esta em cima” etc.). Depois convide-o a desenhar com cola colorida coroas sobre as cabeças dos reis e uma estrela no alto e à frente deles.

Faça o acabamento com cola colorida e caneta de ponta fina.

5. Bolas decoradas

Materiais:

  • Papel-cartão colorido
  • Papel branco
  • Tesoura
  • Cola em bastão
  • Cola glitter, lã ou caneta hidrocor
  • Aquarela, guache, giz de cera ou lápis de cor

Em um papel branco, faça 3 ou 4 círculos de tamanhos diferentes com um compasso. Convide seu filho a pintar dentro deles com aquarela ou guache (ou a colori-los com giz de cera, lápis de cor ou caneta). Para trabalhar orientação espacial, uma sugestão é pedir que ele pinte primeiro a bola maior, depois as menores. Se optarem por colorir os círculos, recomendamos os lápis jumbo para as crianças de 2 a 4 anos, que ainda têm pouca força e destreza com as mãos.

Decoradas as bolas, é hora de cortá-las com a tesoura e colá-las no papel cartão colorido. Cortar círculos exige habilidades com a tesoura que uma criança muito pequena geralmente não tem. Nesse caso, você pode ajudá-la ou recortar no lugar dela.

Use cola glitter ou caneta hidrocor para fazer os fios que sustentam as bolas (ou cole lã sobre o papel). Se for necessário, trace uma linha a lápis para orientá-la.

Caso opte pela aquarela, use papel-cartão e deixe pouca água disponível para molhar o pincel para evitar que o papel se rasgue. Aqui as primeiras tentativas terminaram em círculos lindos, molhados e furados.

6. Árvore de lã ou barbante

Materiais:

  • Papel-cartão
  • Barbante ou lã
  • Furador

Com um furador de papel, faça 3 furos na parte inferior do cartão, como na foto acima. Faça um último furo na parte superior ao centro, onde será o topo da árvore.

Oriente a criança a passar o barbante ou lã pelos furos, dando nós quando preciso, até que o desenho da árvore esteja completo.

Você e seu filho já fizeram seus cartões de Natal? Comente o que achou dos nossos!


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *