Treine a Memória de Curto Prazo de seus Filhos com esta Atividade Divertida

Tempo de leitura: 3 minutos

Inúmeras vezes destacamos a importância de treinarmos a memória auditiva de curto prazo de nossos filhos para que assim eles tenham um alto desempenho em leitura e escrita. Pois bem! O vídeo de hoje traz uma atividade muito divertida, que desenvolverá a memória auditiva de seus filhos por meio de um gênero textual interessantíssimo. Assista!

Já destaquei aqui no blog a importância de treinarmos a memória auditiva de curto prazo das crianças. Isso é extremamente importante no processo de alfabetização para que as crianças tenham um alto desempenho em leitura e escrita.

Passarei uma atividade muito divertida para que você desenvolva a memória auditiva de curto prazo de seus filhos em casa. Para tanto, você usará um gênero textual super conhecido que se chama “história acumulativa”. Indicarei um livro que emprega esse gênero textual.

Comecemos então analisando o gênero. O que é a história acumulativa? É aquela em que os fatos se apresentam ligados em cadeia. Num determinado momento, quando surge um fato novo, o narrador se vê obrigado a repetir os fatos anteriores. Em suma, isso é uma história acumulativa. Temos vários exemplos em nossa tradição folclórica.

Reservei para hoje uma história do livro “A Casa Sonolenta”. Por que essa história e esse livro? Porque o livro tem ilustrações belíssimas! As crianças adoram as imagens; meu filho fica deslumbrado a cada página, a cada ilustração.

Analisemos, então, o começo da história, para que você entenda essa estrutura:

“Era uma vez

uma casa sonolenta,

onde todos viviam dormindo.

Nessa casa

tinha uma cama,

uma cama aconchegante,

numa casa sonolenta

onde todos viviam dormindo”.

Veja só, o narrador apresentou o fato novo e depois se viu obrigado a repetir os anteriores. Outro exemplo:

“Nessa cama

tinha uma avó,

uma avó roncando,

numa cama aconchegante,

numa casa sonolenta

onde todos viviam dormindo”.

Não vou transcrever o livro todo aqui. Mas recomendo que você compre o livro e o leia em casa com seus filhos, usando o texto para treinar a memória auditiva de curto prazo. Num primeiro momento, leia a história toda, do começo ao fim, sem interrupções; seu filho já memorizará muita coisa. Num segundo momento, você pode praticar uma atividade muito simples, que é a repetição ou brincadeira do eco. Leia um trecho da história e peça a seu filho para repeti-lo logo a seguir: “Era uma vez uma casa sonolenta, onde todos viviam dormindo” – e a criança repete. Dependendo da capacidade da criança, segmente os trechos em maiores ou menores.  Você pode chegar ao ponto em que seu filho consiga recitar todo o livro de cor.


Faça o download da versão em áudio e ouça essa dica quando quiser!

Assine nosso podcast no iTunes e receba gratuitamente nossos conteúdos em áudio. Assine em seu computador pelo link bit.ly/cesf-podcast. Siga-nos e deixe um review!


Deixe suas dúvidas e opiniões aqui embaixo! Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

Receba em seu email nosso ebook “As 5 Etapas para Alfabetizar seus Filhos em Casa”, um guia completo e totalmente gratuito para introduzir seus filhos no universo da Alfabetização. Clique aqui: https://goo.gl/FDS4xU.

30 Comentários


  1. Meu filho tem 2 anos mas tem uma memória incrível, leio um livro uma vez e na segunda ele já sabe diversas frases, com menos de 2 anos ele já sabia livros inteiros de cor. Quero estimular a memória e a leitura, mas tenho medo de estar estimulando demais. Não quero confundir o cérebro dele que esta ainda tão em formação.

    Responder

    1. Olá, Aline! Aqui é a Pâmela, tudo bem?

      Não há malefício em ler e estimular a memória nessa idade, muito pelo contrário. Há marcos no desenvolvimento cerebral que precisam se aproveitados.

      As pesquisas dizem que crianças entre 15 e 18 meses tendem a aprender uma palavra nova a cada sessão de exposição. Ou seja, basta apresentar uma palavra nova uma única vez à criança para que ela a absorva. Veja que fascinante! Isso não se repetirá com tanta força na vida de um indivíduo. Por isso é muito importante aproveitar o potencial que as crianças têm nesse período para memorizar palavras.

      Outra questão importante: quando você lê um livro para uma criança, ela tem contato com um vocabulário muito mais rico do que aquele usado no dia-a-dia – dependendo, é claro, das obras selecionadas. Na conversação cotidiana, durante o jantar ou brincando com seus filhos, você não nomeia tantas coisas quanto no momento da leitura. Com um livro nas mãos você tem a capacidade de nomear aproximadamente 10 vezes mais do que conversando no dia-a-dia com as crianças. Assim, a leitura de livros aumenta o vocabulário muito mais do que a exposição à linguagem oral.

      Se preferir, pode enviar suas dúvidas para suporte@comoeducarseusfilhos.com.br

      Abraços.

      Responder

  2. Bom dia, posso usar essa técnica com minhas filhas de 6 e 12 anos? Vai funcionar?

    Responder

    1. Sim, Kelsylene. Exercícios de memória são bons para qualquer idade.

      Abraços!
      Pâmela Arumaa
      Suporte

      Responder

  3. Olá bom dia!!meu filho tinha 3 anos 6 meses e ja recitava um livro de 10 página. . hoje com 4 anos ,ama quando conto historias para ele..tenho esse livro e ele adora, tenho varios livro um dele é a comilança …bjs

    Responder

    1. Que delícia, Arielle!

      Parabéns por sua dedicação.

      Abraços.

      Responder

  4. Professor, está de parabéns! Amei a dica! Tenho este livro em casa e já li várias vezes para o meu filho que ama leitura! Obrigada por disponibilizar dicas excelentes sem nenhum custo! Com certeza, você já está recebendo o pagamento de outras formas! Deus o abençoe grandemente!

    Responder

    1. Que bom, Patricia.

      Amém! Agradecemos imensamente suas palavras e incentivo.

      Deus a abençoe e lhe dê sabedoria na condução da educação de seu filho.

      Abraços.

      Responder

  5. Olá professor!
    A partir de que idade é indicado essa atividade com a criança?
    Tenho uma filha de 1a5m porém ela pega os livrinhos mas não me deixa contar as história, ela quer ficar passando as paginas, não presta atenção,me interrompe quando começo a ler a história! É normal da idade, como posso mudar isso?

    Responder

    1. Olá, Keyla.

      Todas as atividades do nosso blog são para crianças na fase de pré-alfabetização, que vai dos dois anos e meio aos cinco anos, mas se você acha que ela é capaz de praticar alguma atividade, vá em frente.

      Já a leitura em voz alta pode ser feita desde o ventre materno, com inúmeros benefícios.

      Sobre a sua dificuldade, recomendo este vídeo: http://comoeducarseusfilhos.com.br/blog/meu-filho-pequeno-nao-se-concentra-na-leitura-em-voz-alta-que-fazer/

      Abraços.

      Responder

  6. Gostei muito desta dica e vou aplicar, como tenho feito com as outras.
    Obrigada e fica com Deus.

    Responder

    1. Que ótimo, Joelma.

      Depois retorne aqui e nos conte como foi. 🙂

      Abraços.

      Responder

  7. Boa tarde professor , eu tenho um filho de 5 anos estou aplicando o método.. da fonético ,e da leitura em voz alta.. Porém venho tendo dificuldade para ensinar a ele os sons da letra ele fica muito irritado ,, quando peço para ele fazer o som da letra B , F ele diz que é muito chato.. Tenho me esforçado ele estuda no Colégio Arca de Noé.. esta no III Período. conversei com a escola sobre o que venho fazendo… E percebi que a escola não trabalha com esse método. mesmo tendo uma delas que me disse ter feito o seu curso…. Ela disse que muitos pais não iriam se adequar….. Fiquei meio que HHã como assim..
    Mas , persisto mesmo assim , creio ser importante para o Jean Carlos,,ter esse entendimento da linguagem fonológica.. com a sua ajuda vou conseguir. ele já sabe as vogais e o abecedário.. mas não sabe o son .. me ajuda pois quando peço para dizer por exemplo .. B= ele diz Be e não Bã…. e daí por diante fico sem saber que rumo dar a essa educação tão importante que é a faze do pré a alfabetização.. Me ajuda Carlos..

    Responder

    1. Infelizmente, essa é a realidade de muitas de nossas escolas. Parabéns por sua dedicação.

      Antes de apresentar as letras ao seu filho é preciso levá-lo ao domínio do princípio alfabético.

      Sugiro que se cadastre na “5ª Jornada da Alfabetização em Casa”, um evento online e gratuito, e conheça um pouco mais do nosso método: http://www.comoeducarseusfilhos.com.br/5jac

      Abraços.

      Responder

  8. Muito legal, Carlos!
    Devem existir vários livros com esse método, mas eu indico um que temos em casa, que veio numa das edições enviadas pelo Itau, se não me engano a de 2013, que é: E o dente ainda doía, da Ana Terra. As ilustrações dele também são ótimas!

    Abraços e parabéns pelo belíssimo trabalho que você tem feito para nos ajudar com nossas crianças!

    Responder

    1. Agradecemos a indicação e suas palavras de incentivo, Vinícius.

      Abraços.

      Responder

  9. Professor Carlos sempre com dicas preciosas!!
    Ansiosa pela 5º jornada!!!
    Fiquem com Deus!

    Responder

    1. Concordo com você, Ana Lúcia.

      Esperamos por você na Jornada.

      Fique com Ele também.

      Abraços.

      Responder

    1. Que bom que gostou, Maria Dolores. Isso muito nos alegra.

      Abraços.

      Responder

  10. Estou adorando essass suas dicas ,meu filho tem 7 anos e imagina,estou usando todas ,obrigada e parabens pelo trabalho

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *